Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

01/10/15

Trilho dos Pescadores, parte 2

A minha etapa preferida e a que faltava

No final da semana passada, tirei partido do bom tempo para completar o Trilho dos Pescadores, depois de há algumas semanas ter deixado a etapa entre Zambujeira do Mar e Odeceixe por fazer.

IMG_3412.jpg

Como tinha três dias, decidi aproveitar a oportunidade e repetir a etapa entre Vila Nova de Milfontes e Almograve. É uma das etapas mais curtas do Trilho (15km) mas também uma das mais estimulantes, por atravessar diferentes paisagens e cenários - há praias, falésias, dunas, matos e até terrenos agrícolas. No final, chegamos a Almograve, uma pequeníssima e acolhedora localidade com tudo à mão: pousada, restaurantes e praia. Por tudo isto, passou a ser uma das minhas etapas preferidas do Trilho dos Pescadores.

IMG_3428.jpg
No segundo dia, apanhei um táxi de Almograve para a Zambujeira do Mar e retomei o trilho onde o tinha deixado em setembro. O dia começou com uma neblina cerrada, pelo que passei a manhã a subir e descer falésias sem conseguir avistar o mar lá em baixo. Embora não tenha conseguido ver muito, fiquei com a noção de que esta tem de ser uma das etapas mais dramáticas da costa. O perfil longitudinal do percurso podia ser o de uma montanha-russa.

IMG_3466.jpg

Ao longo do caminho, há pequenos cursos de água a precipitarem-se do topo da falésia em direção ao mar. O trilho deixa assistir a tudo isto de bem perto. É a etapa que menos me vejo a fazer em dias de chuva, devido à possibilidade de escorregar (embora tenha visto algumas pessoas contornarem os declives mais acentuados).

A recompensa, todavia, vale o esforço. A neblina dissipou a meio do dia e permitiu usufruir de uma das paisagens mais belas de todo o Trilho.

IMG_3502.jpg

Depois de passar o assombroso porto da Azenha do Mar, que se assemelha a um estaleiro de rochedos gigantes, surge a vista única sobre a praia de Odeceixe. Observada dali, a partir do alto e de um local só alcançável a pé, a praia de Odeceixe parece ao mesmo tempo tão paradisíaca quanto inacessível.

Mais à frente, passando os campos agrícolas onde as nuvens no horizonte pareciam estar prestes a aterrar, a tabuleta com o número de telefone para táxis não engana: os 4km que se seguem, feitos na estrada que liga a praia à vila, é a parte menos recompensante do trajeto.

IMG_3506.jpg

Uma noite em Odeceixe e o primeiro Expresso da manhã para Lisboa. Fica a vontade que o Trilho continuasse (e continua, mas num circuito de praia, que depois se junta à Rota Vicentina, que me parece menos interessante por ser feito em estrada) e o desejo de regressar mais vezes.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.