Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

horizonte artificial

ideias e achados.

Um postal de Odemira

04-2023-DSC_6908.jpg

Nunca apanhei tanta chuva a conduzir como naquele dia, mas valeu muito a pena ter percorrido a N263 até Odemira, especialmente a partir de Santa Luzia. Sem exagero, e para grande surpresa minha (que esperava uma zona mais árida, vá se lá saber porquê), pareceu-me uma das estradas mais bonitas que fiz até hoje (agora que penso nisso, arrependo-me de não ter anotada algures uma lista com estes caminhos), bordejada de muitas árvores e tons da primavera. Fica a recomendação e a promessa de um regresso (a pé, quem sabe).

A minha cor favorita

hortela.jpg

Está nos links deste blog, nas minúsculas pétalas desta hortelã-de-água (encontrada no Borboletário da Quinta de Rana, cuja visita recomendo) e vai aparecendo, aqui e ali, nas pequenas coisas que faço. Quando a vejo produzida pela natureza, parece-me artificial ou irreal, tal é a forma como vibra ao olhar e parece dizer "hey, sou diferente". Dizem na Wikipédia inglesa que, sim, é uma cor normalmente associada ao artificial, assim como ao individualismo e ao inconvencional. Gostava de devolver o individualismo, mas esta é uma daquelas compras dois em um. Uma segue a outra, por vezes.