Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

02/11/19

O espetáculo que saiu da terra

Cogumelos em Monsanto

Desta vez, não foi preciso procurar. O espetáculo já estava montado, só faltava o público. Este fim-de-semana, a primeira coisa que saltava ao olhar de quem percorreu os trilhos de Monsanto eram os cogumelos. Cogumelos em todo o lado. Ainda estou a editar e selecionar algumas das centenas de fotografias que tirei, mas era impossível não vir aqui deixar algumas delas.

Cogumelos em Monsanto

Aqui e ali, isolados ou a formar um aglomerado, a partir do solo ou das fendas de um tronco, bastava um olhar distraído para encontrá-los. Nunca tinha visto nada assim e a surpresa foi ainda maior por se proporcionar totalmente por (um feliz) acaso. O Centro de Interpretação de Monsanto, situado no meio do parque florestal, promoveu, esta sexta-feira, um dia aberto ao público, com visitas orientadas e uma mostra fotográfica. Fui motivado pela mostra e achei que a melhor forma de consumar a minha curiosidade passava por ir até lá a pé. Foi assim que tropecei neste festival de vida silvestre.

pedron18-5948.jpg

As fotografias neste post foram tiradas ao longo de dois passeios diferentes nas últimas 48 horas. Como se não bastasse o feito que é escolherem o mesmo fim-de-semana para emergirem da terra (imagino que terá sido a chuva a dar o tiro de partida), em alguns casos fizeram-no, como pude perceber em primeira mão, de um dia para o outro. À exuberância da sincronia, junta-se o efeito surpresa.

Cogumelos em Monsanto

Acima, o maior espécime que encontrei. Se tiverem curiosidade e oportunidade, não deixem de os ir ver ao vivo no bosque mais perto.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.