Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

01/05/20

Maio

Um motivo de entusiasmo

O estado de emergência termina no domingo, mas as autoridades continuam a apelar ao dever cívico de recolhimento durante o mês de maio, pelo que deixo o meu entusiasmo para o que posso fazer por casa: um projeto com fotografias do meu arquivo, que talvez veja a luz do dia.

Uma viagem

Publiquei esta semana, no nosso blog de equipa, a conversa super agradável e interessante que tive, em fevereiro, com a Carolina do Entre Parêntesis. A Carolina refere, a dada altura, como gosta de reler os seus diários de viagem (chama-lhe mesmo uma forma de reviajar) e isso fez-me pensar como devia escrever mais sobre as minhas viagens, para agora poder ter esse prazer (e escape).

Um livro

Nada como uma pandemia para levar um desafio até ao fim: estou prestes a terminar o L'Associé, a tradução francesa do romance de Joseph Conrad, um livro muito pequeno, com apenas 85 páginas, que comecei a ler - embaraça-me confessá-lo - há exatamente um ano... Tenho avançado algumas páginas por dia, desde que estou em confinamento, e o mais difícil parece ter ficado para trás. Estou a cinco páginas do final, e a dar-me ao luxo de empatar um pouco mais a sua leitura, para apreciar a atmosfera dramática de traição pintada por Conrad.

Um post na gaveta

Queria escrever sobre as coisas importantes que estão a acontecer lá fora por estes dias, mas quando a linha da frente desta guerra está tão afastada da nossa vivência quotidiana, parece inevitável questionar a relevância daquilo que temos para contar.

Portugal passou hoje o limiar dos mil mortos, um número impensável para mim há apenas dois meses, que não deixa de ser incompreensível ao dia de hoje. Os números de cada dia parecem protelar não só o regresso à normalidade mas também o início do luto coletivo. Neste momento, o confinamento parece ser uma sala de espera da qual não conseguimos sair, nem mesmo para tomarmos sentido da dimensão da calamidade.

Uma fotografia por fazer

Uma fotografia a qualquer coisa bonita na rua, que não seja um indício da pandemia.

Um sítio

Voltar a ir ver o Tejo, se possível.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.