Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

26/04/08

Ratatouille

Sinto que cheguei particularmente tarde a este, mas está visto, e mais uma vez a Pixar não desiludiu. Dá para sentir o primor e a dedicação que foram colocados na execução deste filme, e esse parece ser o segredo de cada nova película saída da Pixar. Histórias originais, contadas visualmente com mestria e atenção ao pormenor.

É esse grau de mestria nos filmes da Pixar que impressiona, além de explicar por que razão a companhia de animação só sai com 2 ou 3 filmes por ano.

No pequeno documentário que acompanha o filme, Brad Bird, o realizador de Ratatouille, diz que não dá para fazer um filme como este tentando agradar a uma audiência que está a dois anos de o ver. É preciso pensar e agir em termos daquilo que nos satisfaz e esperar que as outras pessoas sintam o mesmo. E, pensando bem, essa é a única forma de fazer algo de que se gosta, sem ficar refém das expectativas dos outros.

Depois, fascina um bocado perceber como o trabalho do realizador é assegurar que o produto final é fiel à ideia inicial, apesar de um filme demorar anos a ser feito e envolver a colaboração de centenas de pessoas. O papel do realizador é precisamente acompanhar essa ideia ao longo de toda a cadeia, e assegurar que não se perde no caminho. Por falar nisso, o fcbtudojunto dá um excelente resumo do que é ser-se realizador.

Não tenho a certeza de que conseguiria dedicar uma parte substancial da minha vida a um projecto destas dimensões, mas a lição está lá para ser aprendida: o que é feito com gosto dá sempre os melhores resultados.

O próximo filme da Pixar é o WALL-E, que já tem estreia marcada para Junho.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.