Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

25/06/13

instantâneos: Duran adam na Praça do Comércio



Estava de passagem pela Praça do Comércio quando reparei num pequeno grupo de pessoas (não mais de dez) no meio da praça com mochilas aos pés e paradas a olharem em silêncio na mesma direção. Depois de ver a bandeira nacional turca que uma delas segurava é que fiz a associação à Turquia e ao duran adam, nome turco pelo qual ficou conhecida esta forma altamente invulgar e simbólica de protesto (ou "homem em pé"), em que os manifestantes ficam de pé no mesmo lugar durante horas.

Tirei umas fotos para o instagram, fiquei a observá-los um bocado e depois decidi juntar-me. Não sei de quem ou como partiu a iniciativa, nem sei ao certo se estavam lá para exprimir solidariedade com as manifestações em Istambul (incríveis imagens aéreas do mesmo tipo de protesto na Praça Taksim) ou por outro motivo qualquer (a protestar contra a ocupação da Praça do Comércio no próximo sábado, por exemplo, pelo mega piquenique), mas não me interessava realmente saber.

O momento e o simbolismo da coisa falou mais alto.

Fiquei ali especado, a aguardar que o sol desaparecesse atrás dos edifícios à volta da praça e a ouvir as reações de quem passava e tentava perceber para o que estávamos todos a olhar.

"What are you waiting for?", perguntou-me um britânico que não resistiu à curiosidade.

Boa pergunta.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.