Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

30/04/13

ler é fixe (e difícil)

When I pick up a book it is a conscious decision. It's not a habit - but initiating the idea of maybe reading a book instead of random stuff online is.

Excerto de um breve artigo de Rohan Nowell sobre a necessidade que sentiu de diversificar os seus hábitos de leitura para lá das redes sociais, blogs e manchetes no smartphone. É algo que também senti há uns anos e ele acabou por adotar a mesma estratégia que eu: tirar o maior partido possível do tempo passado em transportes públicos para voltar a alimentar o gosto pela leitura de profundidade.

Para mim, tal como ele diz, não é um hábito, é o resultado de uma decisão consciente. Senti mesmo que precisava de voltar a acender e reativar as áreas do meu cérebro responsáveis pela leitura, concentração e memória. Trata-se de contrastar a leitura relâmpago que faço online o dia todo e que depois tende a manifestar-se em falhas de atenção, precipitação na tirada de conclusões, frequentes "brancas" causadas pela crescente dependência nesse auxiliar de memória que é o Google, repetição constante de palavras na escrita (a começar neste blog..), etc.

Participar no Goodreads, por exemplo, é outra estratégia pessoal para me obrigar a ler mais e encontrar novos livros que me consigam prender. Ler para mim tornou-se quase tão importante quanto o pequeno-almoço. Posso falhar uma vez ou outra, mas já me custa passar mais de um dia sem virar uma página.

Por falar em ler, vale a pena concluir o resto da exortação de Nowell: Put down your smartphone and grab a book.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.