Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

29/11/09

No Banco Alimentar

Fazer trabalho voluntário no Banco Alimentar assemelha-se muito a fazer as compras do mês no supermercado, e voltar a repeti-lo dezenas de vezes no mesmo dia, com a diferença que a ideia é esvaziar o nosso próprio cesto.

O cenário inicial intimida um bocado, com centenas de pessoas a separarem e encaixotarem outras tantas centenas de bens alimentares por minuto, mas ao fim de 10-15 minutos começamos a perceber que existe uma organização subjacente a todo aquele caos, e que podemos entrar e navegar nele. Face à tarefa gigantesca que é processar todas aquelas toneladas de comida em 48 horas (o total do ano passado excedeu, julgo, as 1000 toneladas), mais um par de mãos, mesmo com tanta gente disposta a ajudar, não é demais.

Os produtos que não são logo recolhidos no tapete rolante têm de ser distribuídos à volta da sala inteira: é preciso encontrar a banca do arroz (um dos bem alimentares mais frequentes, e pesados...), saber onde deixar os feijões enlatados, descobrir a quem dar as massas pequenas e ainda tentar perceber onde deixar aquela caixa solitária de Pringles (sinceramente pessoal, Pringles?). Tudo isto até alguém se virar para nós e perguntar se não queremos pegar num caixote ali no canto e dar o nosso cesto de supermercado a "uma rapariga"...

Depois, é impressionante assistir à chegada incessante de carrinhas atulhadas de bens alimentares, vindas de todo o país. Ali, no fim daquela cadeia, parece que a generosidade dos outros simplesmente não tem fundo. Lá dentro o ritmo é frenético, com dezenas de pessoas a "atacarem" cada pilha que chega, e a esvaziá-la em minutos, e mesmo assim não existe um momento de descanso.

A campanha do Banco Alimentar continua hoje, domingo, e volta a repetir-se em Maio. Se alguma vez já pensaram ir, e não foram por acharem que se calhar mais um par de mãos não ia fazer grande diferença, pensem novamente, peguem num amigo e vão. É aquele tipo de experiência que nos põe em contacto com algo melhor que nós.

20/11/09

Sonhar alto


Deu a alguém imaginar como seria a Terra se fosse rodeada pelos anéis de Saturno e recriar em computador os céus e horizontes de várias cidades à volta do mundo. O resultado, ainda que lamechas e porventura pouco rigoroso, não deixa de ser belo.

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.