Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

29/05/11

10 filmes de 2010

flickr/ordinaryphoto

Devo ter visto mais de 40 filmes no cinema em 2010, graças ao cartão Medeia, e houve de tudo. Filmes que repeti, filmes difíceis de aguentar até ao fim, filmes com os quais impliquei desde o primeiro minuto e outros que esqueci mal saí da sala de cinema. Esta é a lista, com 6 meses de atraso, dos 10 que por vários motivos guardei na memória e recomendo.



Estômago (2007)

Marcos Jorge

Um filme de dar água na boca e a prova de como é pelo estômago que se governam os homens. Caminha ali numa linha ténue entre a insalubridade e a voluptuosidade culinária.


 

 

Entre Irmãos (2009)

Jim Sheridan

 

Irmandade, lealdade e coragem são alguns dos temas desdobrados, mas aquilo que fica é o olhar fixo de Tobey Maguire e a noção de que se pode morrer por dentro. É raro um filme americano deixar tantas perguntas difíceis por responder.

 

Um profeta (2009)

Jacques Audiard


O filme conduz-nos ao interior de uma cadeia francesa e é rápido a largar-nos a mão. Os primeiros 20 minutos são de uma brutalidade angustiante e revelam em termos seguros como a sobrevivência é o único modo de vida ali permitido.

 

Precious (2009)

Lee Daniels

 

Tinha tudo para correr mal: uma história de faca e alguidar passada no Harlem, uma actriz principal desconhecida que traz o seu peso na vida real para o papel, o apoio financeiro da maior personalidade televisiva dos EUA (Oprah Winfrey) e, claro, num papel secundário, Mariah Carey. E mesmo assim não correu nada mal.

 

 

Canino (2009)

Giorgos Lanthimos

 

Uma comédia negra que nos conduz ao interior de uma insuspeita vivenda grega, onde três jovens adultos foram endrominados desde nascença a temerem e evitarem o mundo exterior. Os três são vítimas de uma farsa tão completa que os isola de qualquer noção da vida lá fora ("Mar", é-lhes dito, é uma cadeira) e que tem como arquitectos os próprios pais. Não é um filme para ver com a família.


 


Estado de Guerra (2008)

Kathryn Bigelow

 

Um filme de explosões e emoções controladas, sobre o quotidiano no Iraque de um especialista em desmantelamento de bombas do exército americano. Como é que um sítio pode ser tão hostil à normalidade e a violência ser tão impiedosa? É impossível não sair deste retrato do Iraque sem pensar nisso e no que a ficção fica a dever à realidade.

 


Um cidadão exemplar (2009)

F. Gary Gray

 

Clyde Shelton, interpretado por Gerard Butler, é um homem fora de controlo, depois de sucumbir a um desejo de vingança total, imparável e inesgotável na sua capacidade para nos surpreender até ao fim com os novos níveis de absurdo a que chega. Um thriller de acção que cumpre a sua parte do acordo, sem fazer perguntas. Da mesma forma, não me perguntem o que está a fazer nesta lista.

 

A Rede Social (2010)

David Fincher

 

A história das pessoas que nos fizeram olhar para os nossos amigos como uma forma de entretenimento virtual. Fica a dúvida se gostaríamos de ser amigos de alguma delas. Fiquem atentos aos gémeos (isto é para quem não tenha visto ainda).

 

Um lugar para viver (2009)

Sam Mendes

 

Burt e Verona descobrem que estão à espera de um filho e embarcam numa viagem pela América à procura de um sítio onde possam criar a sua família. Enternecedor, engraçado e uma das melhores bandas sonoras do ano no cinema (a cargo de Alexi Murdoch) ajudam-no a conquistar o lugar nesta lista.



Humpday (2009)

Lynn Shelton

 

Um reencontro entre dois grandes amigos, uma enorme bebedeira e uma ideia tão tresloucada que faz "A Ressaca" parecer uma brincadeira de crianças. Genuinamente hilariante, capaz de gerar ao mesmo tempo desconforto e ternura. Inesperadamente honesto e um dos melhores filmes que vi em 2010. Não se deixem assustar pela sinopse.

 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.